sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Paloma e Bruna


O meu Natal

A noite cai, a lágrima desce. Momentos vêm, saudades vão.
Nunca pensei que nesta noite me sentiria tão vazia, sem elas aqui comigo a festejar todos os anos. Lembro que nesta data todas nós ficávamos a festejar e a imaginar como seria a vida naqueles tempos, o propósito daquele nascimento e o destino daquele Menino. Sentíamo-nos completas, todas juntas a comemorar, dançar e criar situações em que ríamos umas das outras.
De pequenos instantes fazíamos grandes momentos. Momentos que não saem dos meus pensamentos. Gostávamos de cantar juntas, de dar asas aos nossos pensamentos, e de lembrar... de tudo o que passámos juntas.
Mas este ano vai ser diferente. Não vou estar perto delas, mas juntas em pensamento. Tenho que aprender a agradecer por Deus ter dado saúde a todas nós, durante todos esses anos, e que Ele continue a dar sempre novas oportunidades e muita saúde a mim, à minha mãe, às minhas amigas Priscila, Marla, Bruna, Karleine, Gabriela, Larissa, aos meus irmãos e a todos os meus familiares e amigos não citados aqui.
Este 25 de Dezembro vai ser diferente, não vou estar perto de muitas pessoas, mas vou levar o meu pensamento até eles, e invés de pedir, vou agradecer por tudo.
É tempo de Natal, é tempo de paz e amor.

Paloma Duarte
Os anjos cantaram
Era uma noite muito feliz
Nasceu o Menino Jesus

O Natal é época de comemorar
É tempo de paz, amor e alegria
No Natal comemora-se o nascimento
De Jesus

O Natal é época de estar
Em paz com todos
Á meia-noite quando o sino toca
Alguns estão felizes, outros estão tristes

Nem todos têm família
Nem todos têm alguém para acompanhar no Natal
Nem todos têm uma casa

Por isso, quem tem a oportunidade
De ter um Natal feliz e de paz
Deveriam aproveitar

Bruna Metzerker

2 comentários:

Ninita disse...

Simples mas muito bonito.........................

Anónimo disse...

Bonito (L)

Margarida Sousa